sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Review 4x12 - The Fifth Stage

Heroes se despede de 2009 com um episódio de bons momentos, mas deixando para trás um de seus protagonistas. A trama vem sofrendo precariamente com argumentos repetitivos, enquanto bons personagens não recebem a atenção necessária. Está na hora de mudanças drásticas.


Goodbye Nathan

Como já era previsto, Nathan deixa a série definitivamente. Ele passou por vários momentos de “quase morte”, sendo queimado pela explosão nuclear de Peter na primeira temporada, depois recebendo vários tiros do Peter do futuro ao final da segunda temporada. Colocar a vida de Nathan em risco já começou a virar algo batido, mas eles finalmente se rendem e despacham o personagem quando Sylar o mata ao final da terceira temporada. Ou não. Mesmo depois de morto, Nathan volta a série no corpo do próprio Sylar. Foi algo que gerou algum estranhamento dos fãs, já que explicar tal fato apenas pela ficção científica ficava complicado. Mas mesmo assim, Nathan ainda teve sua importância na série, só que dividindo o mesmo espaço de Sylar, literalmente, só poderia resultar em uma coisa: ele não iria ficar por muito tempo.

A insistência de Peter representou um sentimento talvez até dos próprios roteiristas em ainda manter Nathan por perto a qualquer custo. Nathan foi muito mal aproveitado na série, assim como tantos outros personagens que foram embora mais cedo. Sua conexão com a política poderia render muito a série, mas parece que seus criadores se esqueceram disso. A despedida de Nathan foi triste mas necessária, já que ele estava mesmo morto faz tempo.


A luta de Peter

Depois da primeira temporada, essa foi a melhor para Peter. Ele esteve mais esperto do que antes, mais precavido, mais útil, seguindo o caminho de um verdadeiro herói. Porque apesar do nome da série ser este, “heróis” são poucos os que podem ser chamados disso Claire salva um bombeiro na primeira temporada, e depois? Somente Hiro teve esse tipo de preocupação. E agora Peter consegue alcançar isso. Me fez lembrar do que Bennet disse em algum momento dessa temporada “Quando é que eu realmente ajudei alguém?”. Falta muito disso em Heroes. Infelizmente a série vem caminhando irregularmente sem definir sua identidade, querendo apenas ver seus números de audiência subir sem fazer o esforço necessário para isso.

Peter pegou o poder do Haitiano, se preparou, partiu pra cima de Sylar, bateu dele sem dó, como ele merecia a muito tempo. Mas ainda não conseguiu sua vingança.

Essa fase de Peter é uma das poucas coisas que ainda remetem ao espírito inicial da série. Se você reparar nas outras histórias verá apenas mais do mesmo.


Bennet de volta a caçada

Uma das melhores coisas que Noah Bennet faz nessa série é ser o homem da Companhia. Ele não pode parar de fazer o que de melhor faz. Sua busca a Jeremy foi um bom exemplo disso, e agora com Lauren só reforça essa teoria. Tendo uma parceira ao lado dele seria perfeito ve-lo de novo na tal nova Companhia de que se falou no começo da série, mas que nunca chegou a acontecer. Se encaminharem a série para esse sentido, seria muito mais interessante do que essa busca sem cabimento de Samuel.


Claire e o Carnival

São quase 4 anos com o mesmo dilema “Eu quero viver uma vida normal”. Uma, duas temporadas, até que vai, agora passar quatro anos se queixando da sua falta de normalidade é demais. Inclusive usaram o gancho para fazer Claire querer ser parte de uma comunidade de estranhos como ela. Sendo que ela veio de uma família onde todas as pessoas tem ou tinham poderes. E sua família adotiva já está mais do que habituada com isso. É pura falta de história para Claire.

Samuel mais uma vez fez seu jogo de manipulação funcionar perfeitamente. Se fez de coitado, brincou com as crianças, discursou sobre a união e o amor, mais parecia que estava concorrendo a Miss Universo, e Claire simplesmente não desconfiou de nada. É um absurdo atrás do outro. Até mesmo a Gretchen tava mais ciente do que a Claire naquele momento. Ela que horas antes havia incentivado Claire a ir atrás do circo. Contradições a todo momento.


Concluindo

Apesar dos apesares foi um episódio “assistível” com bons momentos de ação. O pesar é que Sylar está livre e solto mais uma vez, sabe-se lá agora com quais objetivos. Nathan se despede com um discurso que poderia estar se referindo a própria série, e se os rumores forem confirmados, essa realidade não estará muito distante.

Os outros personagens sumiram mais uma vez. Hiro, Matt, Mohinder e Tracy foram esquecidos já faz algum tempo. Hiro só aparece pra reclamar com Samuel sem fazer mais nada. Matt desapareceu depois de que Sylar conseguiu se livrar dele. E o Mohinder, motivo pelo qual Samuel descobre seu poder em potência e por isso inicia seu plano estranho, só apareceu até agora para fazer besteira.

Sinceramente pessoal, sei que alguns acham que eu reclamo demais da série, que a coisa não está tão ruim assim, mas realmente não dá. Me digam onde está o lado bom disso tudo? Onde a história está mais empolgante? Onde não há repetição de argumentos? Está complicado. São poucos os momento da série que são coesos, que fazem sentido. Quantas vezes eles terão que tentar matar Sylar? Quantas vezes Claire irá fazer o oposto do que seu pai fala? Quantas vezes mais veremos Mohinder piorar as coisas? Quantos mais poderes serão alterados para corrigir algum erro dos roteiristas? Quanto mais erros serão cometidos por falta de atenção nos detalhes?

Nenhuma série é perfeita, errar é humano e insistir nele, bom, vocês sabem. Mas proponho seriamente a me responderem a essa questão, “O que há de bom na série agora?”. Para mim somente o que diz respeito a Peter foi digno de ser assistido, de resto foi muito pouco o que se salvou, infelizmente.

28 comentários:

  1. na minha opiniao eles deviam ter deixado o nathan morto quando sylar o matou . Eles deviam fazer como fizeram com isac , matar sem enrolação. Mais bem que ficaria melhor com o cranio aberto.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você Amanda... Nesse volume só a história do Peter que está boa, todas as outros parecem enrolação, para ocupar o resto do tempo do episódios... eu realmente estou torcendo para que em Janeiro, Heroes volte a ser a série empolgante e com boas histórias, como no início.

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo9:40 PM

    Concordo com algumas coisas e discordo de outras. Ficou um pouco extenso, mas aqui vai...

    DISCORDO: Há heróis SIM, na série.
    Além de salvar o homem no incêndio, Claire também salvou toda Costa Verde ao injetar o tranquilizante em Ted Sprague e impedir que ele explodisse quando um agente da Companhia o baleou. Isso ocorreu na primeira temporada;

    Claire também salvou Sandra e Meredith ao dizer para Sandra atirar nela e depois nocauteou Eric Doyle, impedindo que elas fossem mortas na Roleta Russa imposta por Eric;

    Claire também salvou Angela no final de Villains ao enfiar um pedaço de vidro na nuca de Sylar;

    Já em Fugitives, quando o avião iria levar todos para o confinamento, Claire nocauteou o motorista da limosine que a levava e entrou no avião, acordando todos e impedindo que eles fossem confinados;

    Também salvou Eric Doyle de ser capturado pelos agentes do governo em Fugitives, e ainda deu pra ele uma identidade falsa para que ele pudesse fugir;

    Ainda em Fugitives, Claire ajudou o Alex (garoto peixe) a fugir para outra cidade.

    Outros personagens também já realizaram atos heroicos, alguns menores e outros com mais destaque.

    Continuando o que DISCORDO: Não acho tão absurdo Peter querer "salvar" Nathan no corpo de Sylar. Basta lembrar que ele é uma personagem sensível, amoroso, doce (bem como diziam bastante na primeira temporada). Ele ficou em DÚVIDA quanto ao que fazer com Nathan/Sylar, isso é mostrado claramente alguns episódios atrás, mas quando Nathan ressurge e impede que Sylar mate Angela e Peter, isso faz com que Peter renegue o fato que Nathan está morto e escolha manter a aparência de seu irmão.

    DISCORDO: Hiro sumiu há 1 (um)episódio, e isso significa que "esqueceram" dele?

    DISCORDO: Se Matt, Tracy e Mohinder já passaram do prazo de validade, talvez esse "esquecimento" seja para que essas personagens percam gradualmente importância. De qualquer forma, Heroes é uma série continuada e devemos esperar no que vai dar.

    Agora quanto ao que CONCORDO: O dilema de aceitação de Claire realmente já encheu a paciência.

    CONCORDO: O vínculo de Nathan com a política poderia ser mais aproveitado.

    CONCORDO: É bom a busca de Samuel ficar mais interessante, porque parece Mais do Mesmo.

    CONCORDO: Sylar continuar vivo dá raiva.

    E respondendo à pergunta sobre o que há de bom em Heroes, para mim são as novas personagens. Principalmente Edgar e Emma.

    ResponderExcluir
  4. eu adorei a cena do peter com o sylar, foi muito boa, vendo o peter pregar o sylar HAHA foi legal ver ele se defender sem os poderes, falta ação na série :( pra mim, foi o melhor episódio dessa temporada.

    ResponderExcluir
  5. COMO FALEI ANTERIORMENTE...
    CONCORDO COM O QUE FOI ESCRITO NO BLOG. REALMENTE N ESTÁ NDA EMPOLGANTE...NATHAN MORREU DE VEZ(BRILHANTE, PARABENS PELA BURRADA ROTEIRISTAS) E QUEM VAI ACACAR COM O SYLAR?? A UNICA PESSOA Q PODE E QUE MILHÕES DE PESSOAS ESPERAM DESDE A PRIMEIRA TEMPORADA É O PETER... PERGUNTO: QUANDO VÃO DEVOLVER O VERDADEIRO PODER DELE?? DESSE JEITO, NINGUÉM PODE CONTRA O SYLAR...
    A UNICA PARTE EMPOLGANTE ATÉ AGORA FOI A LUTA DO PETER CONTRA EDGAR...
    VCS ACHAM QUE SEJA POSSIVEL Q O PETER RECUPERE SEU PODER DE ABSORVER VÁRIOS PODERES?? ESTOU ESPERANDO A MTO TEMPO POR ISSO.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  6. A serie perdeu o seu proposito, mas ainda sim é "assistivel". Peter, Hiro, Samuel e Sylar estão salvando está 4ª temporada. Por que os outros personagens são pura enrolação.
    Estes ultimos episodios desta temporada estão pouco dizendo ao restante da historia.Tava tudo parecendo que esta temporada ia se aproximar da 1ª, mas parece que os roteristas não sabem mais o que escrever.
    Faz anos luz que Burrinder não faz nada que acrescente na historia. E o que ele tinha de melhor que erra as narrações filosoficas não existem mais. Só Samuel com a mesma ladainha de sempre.
    E Clair pelo amor do Senhor Jesus Cristo. Alguem arranja um jeito de matar este ser imortal. Plzzzzzzzzz

    ResponderExcluir
  7. Uma vez eu comentei aqui que gostava muito daquele clima da primeira temporada de pessoas normais descobrirem que era heróis. A Clair salvando o bombeiro, o Peter encima do prédio, o Hiro gritando Yatta! Era tudo de uma leveza tão grande, tão boa. Eu senti um pouco disso com a prima do Micah e dele próprio. Mas tiraram isso. Agora, sinto um pouco com a moça que "vê" o som. Mas mesmo isso não tá levando a lugar nenhum. Acho que eles deveriam fazer mais como Lost. Matar a galera mesmo, mesmo aqueles que adoramos, porque o que em seguida é tão fantástico que a gente até esquece que eles morreram. Eu tô com uma sensação de "acaba logo esse troço antes que não fique mais nenhuma lembrança boa". Assisto mesmo, porque fui cativado pelos personagens, mas isso tbm está se esvaindo. Até os textos lindos que o Mohinder falava eles tiraram. Uma pena. No mais, parabens pelos reviews. Espero sempre ansioso por eles!

    ResponderExcluir
  8. Minha opinião: NÃO HÁ MAIS NADA DE BOM NA SÉRIE.

    Heroes termina nesta temporada. E vai tarde!

    Por que continuo assistindo? Porque acompanho até o fim. E será um fim beeem idiota, infelizmente.


    Não há nada de bom - só o Peter de agora, mas que foi PÉSSIMO na segunda e terceira temporadas.


    O resto é um bando. Uma corja.


    Tchau, Heroes. Acabe logo!

    ResponderExcluir
  9. Primeiro quero agradecer a todos pelos comentários. Obrigada mesmo.

    Leo, concordo, já que mataram mesmo que deixassem morto. Desde o começo achei absurdo aquele Nathan/Sylar.

    Yuri, acho que não tem mais volta. No final da temporada passada eles começaram a acertar as coisas, no começo dessa parecia que eles sabiam o que estavam fazendo, agora tenho certeza de que estão mesmo perdidos. Mas podemos continuar a torcer mesmo assim.

    Rodrigo, não quis dizer que o heroísmo da série ficou só naquilo, mas que foram mais enfatizados naquela época. Lá tinha uma importância maior. A própria Claire como vc mesmo listou fez muita coisa, mas ao mesmo tempo ela retrocede em outras. Outra coisa, em nenhum momento achei absurdo Peter tentar salvar Nathan, acho que só usei essa palavra pra falar do encenação que Samuel fez para Claire. Peter fez o que qualquer um faria numa situação daquela. Eu mesma preferiria o Nathan vivo naquelas condições do que o Sylar de volta mais uma vez. Quanto ao Hiro, ele está sumido no que se diz a ação, depois da Charlie ele ficou meio apagado, só ajudando a revelar a verdade sobre Samuel e ainda meio a contra gosto. Pois sumido mesmo ele não está, então eu realmente me expressei mal. E quanto a Matt, Tracy e cia, acho que foram empurrados com a barriga, eles não tem coragem de tirar da série de vez, mas também não dão histórias interessantes pra eles, uma pena.

    japz, também gostei dessa cena, foi a melhor coisa do episódio com certeza.

    Chad, como alguém disse, há alguma esperança do Peter ter seu poder de volta, podemos até levantar algumas teorias sobre isso. Alguém mencionou a ajuda do filho de Matt com seu poder, que fez Hiro voltar ao que era antes. Eu também acho que poderia entrar o Claude de novo nesse aspecto, pois ele ajudou Peter a usar seus poderes acumulados antes. Pode ser que Peter ainda tenha todos os poderes com ele mas não consegue mais usa-los como antes. Tudo é possível. E ele é o mais indicado, o mais esperado para que derrote Sylar de vez.

    Tiago, esqueceram mesmo da função narrativa do Mohinder, por isso cada vez mais ele tem menos utilidade pra série. É uma pena ver como despacham personagens bons sem dó deixando outros sem graça vivos.

    zakarewicz, falou tudo. A primeira temporada trouxe algo interessante e bom para a TV. Tudo isso foi se perdendo com o tempo, talvez pela série ter feito sucesso demais. Eles simplesmente não souberam lidar com isso. Adorei a história do Micah e da Monica, algo que foi melhor explorado nas HQs e que, não sei por qual motivo, não foi mostrado na série. Como alguém já comentou, as histórias das HQs muitas vezes são melhores do que as dos episódios, e são mesmo. É possível que a série ainda continue viva nas HQs, já que além de ser mais barato, tem sido um meio muito melhor explorado do que os episódios.

    Kabral, eu nem sempre assisto tudo que começo até o fim, mas com Heroes eu também serei teimosa. Eu acho que a série pode continuar nas HQs, o que seria uma boa.

    ResponderExcluir
  10. Acredito que todos tenham compartilhado a mesma opinião sobre este episódio e comigo não foi diferente.
    Já estou de saco cheio da Claire desde a 2ª temporada. Ela serviu bem no início, como vítima. Ela deveria ter uma aulinhas sobre maturidade com o Micah, que sempre deu um show nessa parte.
    A luta entre Peter e Sylar foi muito boa apesar dos furos. Achei genial Peter pegar os poderes do haitiano, mas quando Sylar pega Peter pelo pescoço no elevador esses poderes deveriam ter ido pelo ralo.
    Enfim, foi um episódio marcante. E que venha uma grande melhora em Heroes!

    ResponderExcluir
  11. A série realmente está tediosa. Incluo Peter que teve uns baixos bem idiotas e contrarios a sua personalidade.
    O duro é saber que a ideia mostrada na primeira temporada era extremamente promissora, decaiu na segunda, mas compensou um pouco na terceira (mais com a atenção no fim da compania).
    Está claro que só pensaram na primeira temporada e com o sucesso foram tentando de mareira horrorosa colocar mais historia. Tinha me animado com a ideia de todos saberem dos poderes, pois seria bem original aguem finalmente ter coragem de mostar a verdadeira reaçao geral da humanidade. No fim, não aconteceu nada de original, apenas piorou tudo! O que foi aquilo do nada sobre a tia do Nathan/Peter?
    O pior foi tirarem o poder do Peter e colocarem um tao inferior... Tantas ideias para fazer com que ele nao fosse "o poderoso" sem estragar o poder dele... Agora como vou poder ver a luta tao emocionante entre Sayler/Peter?
    O Sayler é outro que foi estragado... Um vai e vem de personalidade e quando achei que iamos entender um pouco dele, puft ele "morre" e agora volta num papel ate entao ridiculo.
    So falta todos morrerem no final, pq vários personagens muito bons, como Niki, que teriam historia, se foram... Mas a Claire que há tempos enjoa esta lá...
    Afinal, aguem pode explicar pra que mundo foi a Molly? Eu acho q perdi alguma coisa pq ela desapareceu...

    Estragaram uma serie tao boa!

    ResponderExcluir
  12. Pode começar a preparar um grande post chamado "Erros de Heroes".

    Sugestões:

    - Sylar devia ter morrido na primeira temporada;

    - Peter deveria ter seus poderes reduzidos já no fim da primeira, em vez de ou virar marionete de vilão ou inventarem tardiamente soluções idiotas para limitá-lo;

    - Hiro deveria realmente ter amadurecido como homem e herói, em vez de ter regredido e se tornado cada vez mais burro;

    - Idem para Claire;

    - Personagens como Nikki e Isaac não deveriam ter morrido (o intangível DL então teve uma morte MUITO idiota!); em vez disso, deveriam ter morrido Mohinder, Ando, Matt, etc;

    - Molly, Micah e Mônica não deveriam ter sumido;

    - Deveria haver um vilão por volume, em vez do onipresente Sylar;

    - Deveriam seguir o tema que dá nome aos volumes - por exemplo, o segundo, "Generations", deveria mesmo falar das famílias de super-poderes e sua trajetória, em vez de um vírus maluco, "Vilains" deveria mesmo tratar dos vilões, em vez de uma fórmula sem pé nem cabeça, etc;

    - O Overpower papa Petrelli deveria ter continuado morto.


    Agora só me lembro desses furos mais importantes.

    A Desciclopédia, com muito bom humor, trata de outros, veja: http://desciclo.pedia.ws/wiki/Heroes


    Daria um bom post de fim de ano tratar os erros de Heroes, hein? Fica aí a minha sugestão.

    ResponderExcluir
  13. Anônimo12:57 PM

    EU CONCORDO DESDE A PRIMEIRA TEMPORADA TA NESSE GANCHO DE VOLTAR A SER COMO ERA MAIS SO PIORA SE VC ANALISAR TEMPORADA POR TEMPORADA OQUE ACONTECEU FICA MUITA COISA SEM NEXO ALGUM, SEM SENTIDO NAO VOU COMENTAR SENAO FICO O DIA TODO MAIS SAO MUITAS , PARA FECHAR COM CHAVE DE OURO SEI LA ERA O PETER RECUPERAR SEUS PODERES E TER UMA LUTA DIGNA COM SYLAR QUE TODOS SEMPRE QUIZERAO VER MAIS SO NA EMPOLGAÇÃO.
    12 EPI NA QUARTA ATE AGORA NAO MOSTROU NADA COM NADA QUAL O OBJETIVO DESSA TEMPORADA JA ENCHEU O SACO FALTA AÇÃO d +++
    COMO VC FALOU O PETER PRA MIM É O UNICO QUE TA FAZENDO ALGO....
    :P

    ResponderExcluir
  14. Vítor3:57 PM

    Bom, concordo com todos a respeito do melhor do episódio ter sido a luta de Peter contra Sylar e com o fato de Claire ser um pé no saco. Não aguento mais a personagem.
    Quanto ao Peter, não acho necessário ele ter todos os poderes de volta para derrotar Sylar. Não se esqueçam que esta é a SEGUNDA VEZ que ele o enrola (no fim da temporada passada ele deu uma injeção... vocês sabem...).
    Matt eu acho que poderia ser melhor apoveitado. Tem uma história que poderiam inventar para o cara... ele pode influenciar qualquer um a faze o que ele quiser. Se bobear até remexer na mente do Sylar.
    Já os outos personagens (Mohinder, Ando, Tracy) poderiam sumir de vez da série, pois já deam o que tinham que dar. Poderiam é tentar voltar com os personagens menos abordados, como o Micah e o cara qu fica invisível. Taí, de repente a volta deste seria mais interessante que o ENCAIXE daquela mulher da Companhia. Até agora não entendi e entrada desta pesonagem... quero ver ela e o Noah conseguirem pegar o poderoso (e esperto!) Samuel...
    Amanda, parabéns pelo Review. Assim como você, a maioia dos fãs parece ainda ter esperança de, PELO MENOS, um final digno para a série.

    ResponderExcluir
  15. Na minha opinião, pior episódio da temporada, verdadeira perda de tempo, tentando passar uma imagem improvável. E como enjoa essa desconfiança da Claire em Noah. Alguns personagens tem seu papel definido na série, outros ficam buscando uma definição. Espero que depois desse recesso a série volte com tudo.

    ResponderExcluir
  16. Nossa ta cada vez pior a Série, não tem mais graça ver o Sylar, o cara nunca morre e não tem mais objetivos

    O poder do peter ta uma bosta deviam devolver a ele o antigo poder

    Hiro deveria ter continuado com aquela inocência... E cade o Anzo?

    Clarie ta cada vez mais sem graça.

    E como disseram mohinder so aparece para estragar alguma coisa.

    Sei lá ta muito chato essa série

    ResponderExcluir
  17. Nãi li os comentários dos outros como normalmente faço. E desde o episódio passado não tenho lido esta parte de comentários...pq? Porque Amanda, estou começando a concordar 100% com o que você diz. Antigamente eu discordava de alguns pontos (sempre gostando de ler seus pontos de vistas), mas agora, toda vez que leio, acabo assinando embaixo qdo termino.

    Bem, ainda não assisti, estou baixando agora. Não estou mais tão empolgado como antigamente. Vou assistir pq você comentou sobre a luta do Peter contra o Sylar, mas acho que nenhum personagem está salvando a série. Mesmo havendo muitas críticas, achei a 2ª temporada a melhor de todas, mesmo pq coincidentemente nunca gostei dos 1ºs (álbuns de cds, temporadas, episódios, filmes, alunos, hehehehehe).

    Bem, se eu tiver saco eu lerei os comentários e quem sabe eu posto a minha opinião (se for de alguma valia) ^^

    ResponderExcluir
  18. Pronto, acabei de assistir...e continuo com a minha opinião...antes eu defendia até, por ter esperanças de uma explicação pelas falhas (furos, buracos), mas tá tão monótono que a cada episódio fico menos ansioso para assistir o próximo.

    Uma coisa que notei é que esta opinião (sobre a chatisse do Heroes) está se tornando unânime, mesmo entre os mais fanáticos. Pela primeira vez parei várias vezes no meio para fazer outra coisa.

    Todas as opiniões aqui tem a mesma base, então não preciso repetí-las, concordo com a maioria.

    Agora uma pergunta para quem leu as HQs, o Eli (que se multiplica), é aquele que o Adam enfrentou no passado? Tinha um cara que fazia isto na HQ, mas não deram o nome ao personagem, mesmo pq o foco era o Adam.

    Os roteiristas foram inteligentes e espertos ao lembrarem do Haitiano e usarem contra o Sylar.

    Fazendo uma comparação, o Sylar está para o Darth Vader assim como as temporadas estão para os episódios IV, V e VI do Star Wars. Vilão onipresente como o Kabral falou. MATA ELE LOGO!

    ResponderExcluir
  19. Will,
    Também achei meio absurdo aquela cena do Peter e Sylar no elevador, mas podemos supor que Peter ainda não estava usando o poder do Haitiano, já que era algo novo para ele.

    bertholasce,
    Sim, muitas histórias foram inseridas sem sentido, mas quanto a tia do Peter, deve ter sido planejado, pois a história de Angela roubar meias ainda não tinha sido esclarecida. Mas do mesmo jeito que a mulher veio também se foi. Também manteria muitos dos personagens vivos, como a Niki e traria o Micah em tempo integral com certeza.
    Quanto a Molly, ela está na India com a família de Mohinder, isso foi explicado nas HQs.

    Kabral,
    Já pensei em fazer isso, mas ficaria algo muito gigante e acho que ficaria com raiva de cada erro que eu lembrasse...rs. Mas nos Raios-X estão listados muitos dos erros. Acho que um dos maiores problemas foi o sucesso de Sylar, para o bem e para o mal da série. Quanto aos mortos concordo, só acho que o Matt poderia ficar vivo, com um poder daqueles há muito o que se explorar nele. Niki e família poderiam ter permanecidos também, tudo o que tinha de bom na primeira temporada foi cortado sem dó. Vou dar uma olhada nesse site que vc indicou.
    Sobre os erros, acho que ficaria legal analisar a tragetória de certos personagens, e de como alteraram drasticamente certas coisas planejadas desde o começo.

    Anônimo,
    É impressionante como todos querem uma luta descente entre Peter e Sylar. Um dia quem sabe... Eu analisei todas as temporadas, estão na sessão de artigos como "Raio-X".

    Vitor,
    Obrigada. A saida e entrada de personagens sempre foi muito controversa. Como alguém mencionou, em Lost por exemplo, matam os personagens sem dó quando necessário e a trama segue a diante, mantendo sempre um certo grupo intacto. Em Heroes até matam alguns sem dó, mas além de alguns deles serem mesmo necessários, aqueles que deveriam morrer não morrem, só ficam ocupando espaço.

    Revanym,
    Pode ser que algo mude para o ano que vem. Mas é absurdo ver como eles sempre batem na mesma tecla em relação a certos personagens, como a Claire por exemplo.

    Wesley,
    Só não concordo em relação a inocencia do Hiro, isso era algo que deveria ter mudado faz tempo. A inocencia não dura pra sempre, principalmente convivendo com morte e destruição pelo seu caminho. O bom humor pode ser mantido, mas a parte "boba" digamos, fica forçada demais.


    Japones,
    Obrigada! Acho que de certa forma os fãs tem um pensamento parecido, o que muda é até aonde a paciência de cada um vai. Acho que estou com um "olhar treinado" para isso. Não querendo achar que sei de alguma verdade, mas como desde 1999 eu faço reviews e análises de séries eu já vi de tudo. E quando vemos fumaça, já sabemos o fogo que pode estar ali adiante. São poucas as séries que conseguem se recuperar de decisões ruins em suas histórias, mas ainda acho que Heroes tem sua chance.

    Obrigada a todos pelos comentários, responderei sempre que possível.

    ResponderExcluir
  20. Heroes está e sempre esteve cheio de buracos. Os argumentos são pouco consisos e, embora haja algumas exceções (como o brilhantismo da história de Hiro no japão feudal), pouco dela realmente atrai. Nathan deveria estar morto há tempos, assim como outros personagens deveriam ter sido reaproveitados, ao invés de descartados sem mais nem menos. Strauss, por exemplo, parece estar na série apenas para manter seu próprio salário.
    Heroes só não caiu tanto em audiência por um fato: estamos HABITUADOS a assisti-la. E gostar de uma série assim, admito, é ferir tudo aquilo a que chamo de orgulho-próprio.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo4:19 PM

    Acho que já passou da hora do Peter ter todos os seus poderes de volta, ir ser muito legal.

    ResponderExcluir
  22. Kiser sosa7:36 PM

    Na verdade não sei se é porque estou lendo isso depois de muito tempo sem ler, ou porque quando eu leio isso aqui eu discordo de todo mundo na grande maioria.
    Hoje não foi diferente, acredito que, se corrigir todos esses personagens e materem aqueles que voces querem, a série iria perder muito e ai sim jamais voltaria ao "normal" que voces querem. Acho que a série está boa, acho que peter fez de propósito aquele abraço pra poder pegar todos os poderes de Sylar, ou procurou algum dentro dele do qual ele realmente precisav pra fazer tudo voltar ao normal para ele. Seria bom Mohinder continuar na série, mesmo que revelando pesquisas dele do passado por mais tempo, até porque ele é o único que estudava a história e o porque dos poderes de cada um, algo que existiu muito na primeira temporada, e que agora se perderá por completo com sua saída.
    Nathan foi pedido para sair das outras vezes que eu vim aqui, e agora a maioria triste poreque ele saiu. Mas acho que ele foi interessante enquanto peter era menos confiante e mais "sensível".
    Acho que derrepente Tracy poderia concorrer à algo na política e representar todos que possuiam poder pelos EUA, ajudado derrepente por Noah ou algo parecido.
    Sylar poderia ser a chapa contra, ou morto mesmo, porém ele não pode ser tão solitário como é atualmente.
    Acredito que peloo menos nessa temporada sylar pudesse se juntar com Samuel e mais alguns do Carnival, e não todos, pois aparentemente todos ali são pessoas com atitudes boas. Derrepente o samuel consiga aumentar a força do Sylar, ou ajude Sylar na caça de seu "próprio povo" pegue alguns poderes bons para eles.
    Hiro poderia perder o poder de voltar ao passado apenas, ou que ele não consiga ineragir no passado, apenas no futuro e presente.
    Peter poderia recuperar os dois poderes dele.. que são absorver e usar quando quiser. Mesmo que do zero, mas a do Rene é algo que ele nunca poderá pegar mesmo.
    Claire tudo bem, essa tá bem complicada, ta na hora de ela virar mulher de verdade.
    Certas personagens poderiam fazer a mesma coisa que matt estava tentando fazer, inclusive ele, começar uma vida normal e Mante-la forade agito e fora de cena, apenas não mortas.
    Cou um grande fã de Heroes, e acredito que "perder" 1 hora por semana assistindo Heroes, não é nada para mim. Quem aqui não torce pra um time que não é campeão todos os anos?
    Acho que mesmo a séries ter passado por eposódios extremamente ruins há certo tempo, todos continuamos assistindo-a, ficar como a primeira, totalmente aquela novidae e primeira temporada, toda aquela serotonina que liberava será dofícil, mas acho que ela está muito boa nesse ano, e acredito que ela tenha a melhorar ainda, e se acho bom do jeito que ta, concerteza serei um eterno fã!

    ResponderExcluir
  23. Discordo, porque:

    Já viu isso?
    http://heroeswiki.com/Heroism

    E isso?
    http://heroeswiki.com/Moral_ambiguity

    ResponderExcluir
  24. Só uma coisa que me entriga, para mim é uma falha, vejam: Peter consegue copiar poderes ao tocar uma pessoa com poder e então como é que Ele não copiou todos os poderes de Sylar? E ainda, em um episódio, quando Peter foi para o futuro, Ele se encontrou com Sylar e pelo que podia entender, Peter não conseguia capturar os poderes de Sylar, então como é que Ele consegue pegar o poder de Voar que era do Nathan que Sylar consumiu? Realmente não entendi isso. Para mim é uma falha. Do restante está assistível, logicamente com esses detalhes já mensionados com concordes e discordes.

    ResponderExcluir
  25. Rafael Batista3:06 AM

    Minha opnião é a seguinte.
    Se querem saber mesmo Heroes ta bem estranho sim.

    Pra começo tem muito personagem jogado sim pra lá. E eu gostaria de mencionar doi deles.

    O primeiro deles é Tracy... Ela tinha a promessa de voltar sendo no minimo como uma vilã e perigosa a ponto de se igualar a Sylar... Mas o rumo que o personagem dela tomou é um tanto triste e chega a dar nojo. O poder dela é o de manipular o gelo e a água, entretanto nunca vi um poder ser tão mal usado. Se fosse utilizado da forma que eu imagino, garanto que ela a personagem dela cresceria, e não seria essa mosca morta que é.

    O segundo personagem é o Ando. O poder dele consegue dar um Buster no dos outros. No entanto acho que só vi ele fazer isso em um unico episodio. Além disso ele dispara relâmpagos vermelhos nos outros, movimento a lá Hadouken. Mas ele desapareceu também.

    Esses dois personagens poderiam ser aproveitados de forma inimaginavel, mas pelo jeito não estão com muita criatividade pra gastar com eles.

    Agora vamos falar um pouco da Claire. O que diabos ta acontecendo com ela? Todo esse papo de "eu quero ter uma vida normal" sem dúvidas já encheu.
    Caramba o nome do seriado é Heroes, quando olho pra ela parece que o nome é Giften. Eu sei que ela foi fundamental e fez alguns salvamentos, mas eu já começo a não achar nenhuma motivação pra ela.

    Peter e Hiro são uns dos poucos personagens que na minha opnião fazem ainda ser assistivel. E eu até achei interessante a entrada da Emma, apesar do poder dela não ser lá essas coisas, pelo menos não por enquanto. René é outro personagem que acho que é sempre bem vindo a fazer algumas aparições.

    Sinto pela perda de Nathan... Acho que o personagem dele ainda podia ser aproveitado.

    ResponderExcluir
  26. Rafael Batista3:07 AM

    E concordo plenamente com a Historia de o "Sylar já deu tudo que tinha que dar." o personagem dele esta em um ponto em que ta enjoativo. Deveria ter morrido na batalha que Peter e Nathan travam com ele.

    Mohinder... Pois é... Ta apagado, voltou recentemente, pra dar maiores explanações e esclarecer a trama. E ai!? O poder dele, que nos vimos Peter utilizar, e deve ser resaltado que muito bem usado, ficou simplimente apagado.

    Matt... Pois é[2]... Na falta do que fazer com ele, colocaram pra fazer uma especie de duelo contra Syllar. Foi até interessante a principio, mas na minha opnião total disperdicio no final. O poder dele começou por simples leitura de mentes e então avançou pra ilusões e persuasão/sugestão. Ainda acho que poderia ser proveitoso.

    Achei legal a atitude de Noah de querer ajudar aqueles que outrora ele caçava. Formando um time, ele e Lauren podem deixar as coisas mais interessantes. Noah é um personagem fundamental, e acho que ele seria melhor aproveitados sendo o "homem da compania" mesmo. Porque dessa forma, ele encontra novos personagens que poderiam inserir maior drama na serie, eliminando o "precisamos saber o que acontece no futuro para ter motivação" que a serie vem aplicando na maior falta de criatividade.

    Samuel foi uma adição positiva a série. Ele entra para ser um vilão e acho que ele junto do Carnival, conseguem ser muito melhores do que o Sylar é agora. Em outras palavras, sem essa historia do "precisamos saber o futuro", acho que o Carnival é a melhor tentativa de quebrar isso.

    ResponderExcluir
  27. Rafael Batista3:07 AM

    Acho que Heroes precisa de ter mais embates e menos conversa. No ultimo episódio ver o Peter, mais esperto lutando contra o Sylar foi sem duvida um dos pontos mais fortes da temporada.
    Outros que é foram bons, foram a pré-luta entre Edgar e Peter e Edgar e Tracy, apesar de que eles poderiam ter aproveitado mais isso ai.
    Hiro ensinando a Emma os fundamentos de um Heroi, foi algo que considerei muito bem vindo a serie.
    Peter usando os poderes de Mohinder pra ajudar as pessoas foi uma ideia meio reciclada, mas que achei bom.
    Ver Hiro e Ando no "disk herói" foi algo divertido e que ajuda a série a dar aquela descontraida.

    Bom, é isso ai. São alguns momentos como esses e a esperança de ver alguma melhora que ainda me fazer assistir a série. Que infelizmente não anda lá essas coisas, mas até que agora não chega a ser tão ruim assim. Mas aguardo ansiosamente as melhoras.

    ResponderExcluir
  28. KokoroYge3:21 AM

    Uma duvida.... Oq aconteceu com Micah e a sua prima??

    ResponderExcluir

Spams e publicidade indesejada serão apagados. Fique a vontade para fazer observações, críticas, elogios e tirar dúvidas.