domingo, 7 de outubro de 2012

'Arrow' - Nova aposta da CW em Heróis



Quando Smallville terminou em maio do ano passado, uma era de séries de Super-heróis se encerrou na TV americana. Aliás, essa "era" começou com a própria Smallville, em 2001, retratando a juventude de um dos personagens mais famosos nos quadrinhos. Nesse período, outras tentativas foram feitas, algumas com algum sucesso (como nossa conhecida Heroes) e outras nem tanto (como, praticamente, todas as demais). Eu cheguei a fazer um texto sobre isso, onde listei os motivos dessas séries surgirem e os possíveis motivos de seus cancelamentos.

Só pra citar os casos que lembro de cabeça, tivemos a série do Aquaman (que não passou de um projeto piloto), da Mulher Maravilha (outra que nem chegou à TV), No Ordinary Family (uma família com poderes que não convenceu) e The Cape (que deu sono já no trailer). Aquelas que chegaram a passar na TV mal tiveram uma temporada completa, renovação então, nem pensar.

Ao mesmo tempo, no cinema, veio um efeito reverso. Vários filmes de super-heróis foram lançados e a maioria deles fez sucesso. Citando mais uma vez de memória, tivemos: Thor, X-Men: First Class, Capitão América, Trilogia Cavaleiro das Trevas, Spider-Man (trilogia antiga e um novo começo agora), Lanterna Verde (um fiasco), Homem de Ferro e finalmente, Os Vingadores.

É claro que os executivos de TV não iam ignorar esse potencial, mas não é um trabalho nada fácil fazer uma série de sucesso baseada em heróis. Os fatos estão aí pra comprovar isso. O único canal que realmente teve uma boa experiência com o gênero foi o CW, e é exatamente esse canal que tenta repetir, ou até mesmo superar o sucesso que teve com Smallville, dando vida a Oliver Queen, na série Arrow, sobre o Arqueiro Verde. Assim como Clark Kent não era o Superman em Smallville, Oliver Queen não será o Arqueiro Verde (ou Green Arrow), mas apenas o Arrow (que numa tradução bem ao pé da letra quer dizer "flecha"). A série vem sendo pensada desde que Smallville estava no ar, mas não contou com o mesmo ator que interpretava o Oliver Queen da série de Clark, porque simplesmente seria algo totalmente novo que não remeteria em nada a série Smallville. Nem o nome.

Vendo o trailer é possível se ter uma ideia de como será a série, confiram:



Ela tem o mesmo clima sombrio do Batman em Cavaleiro das Trevas. É uma tendência a ser seguida, já que a trilogia dirigida por Christopher Nolan, é a de maior sucesso no gênero, fazendo seus filmes estarem entre os que mais arrecadaram dinheiro em todos os tempos.

Outra parte importante a ser notada, é a da equipe envolvida no projeto.

Roteiristas e Produtores
Greg Berlanti  - Criador de Everwood (ponto positivo), produtor e roteirista das séries: No Ordinary Family, Brothers & Sisters, Dirty Sexy Money, Dawson's Creek e Eli Stone. Produtor do filme Lanterna Verde  (opa...). Experiência não falta a Berlanti, mas no quesito super-heróis, digamos que ele não está muito bem. Seguindo...

Moira Kirland (apenas roteiro) - Produtora e roteirista das séries: Castle (bom), Medium (muito bom!), The Dead ZoneThe Twilight ZoneDark Angel. Kirland me empolgou. Participou de boas séries, na maioria delas com temas "sombrios", o que só reforça o clima dark de Arrow. Pena que será apenas roteirista em Arrow. Vamos ao próximo!

Marc Guggenheim  - Produtor e roteirista das séries: No Ordinary Family, FlashForward, Eli Stone, Brothers & Sisters, CSI: Miami, entre outras. Roteirista dos filmes Lanterna Verde (isso não é bom) e The Flash (que acaba de ser anúnciado). Perceberam que o Guggenheim  é parceiro do Greg Berlanti, né? Enfim, vamos prosseguir...

Andrew Kreisberg (apenas roteiro) - Produtor e roteirista das séries: Warehouse 13, Fringe, The Vampire Diaries, Eli Stone. Roteirista das séries: Star Wars: The Clone Wars, Justiça Sem Limites, Hope & Faith, Os Simpsons, Mission Hill e Liga da Justiça (série animada). Kreisberg está bem mais ligado a ficção científica e a um pouco de fantasia. Gostei do currículo dele, e assim como Berlanti e Guggenheim, trabalhou em Eli Stone, série sobre um advogado que via coisas estranhas por conta de um aneurisma cerebral, teve duas meias temporadas e foi cancelada. A única fora do ninho é Moira Kirland .

Jon Wallace (apenas produtor) - Produtor das séries: Las Vegas, Southland, The Whole Truth e The Wedding Band.

Conclusão: Olhando apenas para o time de criação, a série pode tanto se dar bem, como ser um belo fracasso. Aliás, acho que as chances de fracasso são maiores. Nenhum dos produtores trabalhou em alguma série de sucesso recente, mas os roteiristas parecem ser bem competentes, e isso ajuda bastante. Mas o veredito final será dado pelo público, vamos ficar de olho e ver se Arrow consegue mesmo seu lugar ao sol, ou se será mais uma a ser somada na lista de fracassos do gênero de super-heróis na TV.





2 comentários:

  1. Oi Amanda quanto tempo não visito seu blog,tô trampando agora e meio sem tempo,porem sempre ligado nas novidades,gostei de saber da nova serie do Arqueiro,estilo Smallville que alias adorei o final,mas como fã fanatico de heroes tenho algumas perguntas a lhe fazer se puder me responder agradeço: é verdade que o Tim vai tentar resgatar Heroes na segunda temporada de Touch?
    Quando Estreia a segunda temporada de touch?
    já tem a primeira em dvd?
    e já que estamos em clima de Heroes e Touch.... existem outras hqs de Heroes mais novas?ou acabaram nas hqs dos arquivos da primatec?...

    ResponderExcluir
  2. Olá Diego,

    Também gostei da série, vou até fazer um review do primeiro episódio. Sinceramente eu não sei nada sobre Touch, apenas fiz o anuncio dela aqui no blog. Depois do que aconteceu com Heroes eu fiquei com medo de assistir qualquer coisa do Tim Kring, então infelizmente não tenho essas informações pra passar.
    Sobre as HQs, não existem nada mais novo, além daquelas que estão no site oficial da NBC.
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Spams e publicidade indesejada serão apagados. Fique a vontade para fazer observações, críticas, elogios e tirar dúvidas.