sábado, 31 de janeiro de 2009

Raio-X Villains - Parte 1

Com os reviews desse temporada ainda no forno, resolvi fazer uma recapitulação do que ocorreu em Villains, o mais controverso volume na saga de Heroes. Vamos apontar e analisar os pontos altos e pontos baixos, os destinos de cada personagem, baseados numa retrospectiva do que houve até então.


Onde tudo começou

Quatro anos no futuro, Peter foge de Claire. Esse é o ponta pé inicial de Villains. Uma temporada que prometia o caos gerado por um bando de sujeitos mal encarados e maus, muito maus. Mas não foi bem assim que tudo aconteceu.

Na conversa inicial de Peter e Claire, sabemos que o futuro daqui a 4 anos é totalmente sombrio para as pessoas com poderes. Peter cita campos de concentração e experiências feitas com essas pessoas. Claire não se importa. Ainda não sabemos bem o que "especial" quer dizer para Claire, mas o que não sabíamos ainda naquele momento, é que ex-líder de torcida já não sentia mais nenhuma dor.

Peter volta ao nosso tempo presente e tenta reverter o que faria aquele futuro se tornar tão ruim: a revelação de Nathan sobre as pessoas com poderes (incluindo ele mesmo). Ao atirar em Nathan, o Peter do futuro desencadeia um novo destino para todos. Mas não era bem o que ele queria.

Ao fugir do local dos disparos, ele é encontrado por sua versão do presente, e o prende dentro do corpo de um vilão (usando um poder ainda desconhecido para tanto).

Matt, que descobre que o atual Peter não é quem parece ser, e acaba sendo levado até a Africa, onde começará uma jornada espiritual em busca de respostas.

Analisando as ações...
É até possível entender porque o Peter do futuro tenha prendido o Peter do presente no corpo de alguém encarcerado. Mas porque levar Matt para o meio do deserto? E logo naquele local ele foi encontrar um guia espiritual? Aqui começam as ações mal explicadas na temporada.


Nathan procura redenção

Claire quer ajudar com seu sangue, mas Peter não deixa, claro. Ele espera que seu irmão morra e ao mesmo tempo parece um pouco arrependido do que fez. Quando Nathan sobrevive, Peter quase tentar acabar com a vida do irmão novamente, mas dessa vez percebe que não será mais preciso: Nathan desiste do plano inicial e deve a Deus sua recuperação milagrosa (e foi essa a explicação que os produtores deram para a melhora de Nathan: foi mesmo um milagre).

Analisando as ações...
Peter chegou ao ultimo extremo para a calar a boca do irmão. Seria necessário isso? Não era mais fácil Peter tentar convercer o irmão lhe mostrando o futuro? Mas nem tudo é simples assim em Heroes, a intenção era mesmo de provocar choque na audiência com a cena dos tiros.


Hiro e sua nêmesis

Enquanto isso, Hiro está no Japão, totalmente entediado pelo trabalho. Agora ele tem um alto cargo na empresa de seu pai, que já morreu. E para o azar de Hiro, aqui começa a saga mais frívola vivida pelo empolgado herói japonês.
Hiro recebe um DVD de seu pai, que antes de morrer, grava um vídeo com instruções da localização de uma tal fórmula, que deveria ser protegida a todo custo. Hiro e Ando assistem ao video, e Hiro acaba caindo na tentação de ter a fórmula em suas mãos e assim abre o cofre onde ela está. Nesse momento aparece Daphne, a ladra que pertuba Hiro e Ando por todo o volume. Hiro descobre que ele não pára o tempo totalmente. E assim Dapnhe foge com metade da fórmula.

Analisando as ações...
Nem vamos comentar a estupidez de Hiro ao abrir o cofre, foi coisa de criança, não dá nem pra analisar o motivo disso. Mas como Daphne iria saber o momento certo para aparecer e pegar a fórmula? Uma das possibilidades é que o pai de Matt (que trabalhava para o grande vilão de villains) tenha mandado entregar o DVD para Hiro e deixado Daphne avisada para ficar por perto.
A partir daqui começa a saga da fórmula, que deu muito o que falar nesse volume.



Claire Bear e Sylar

E na Califórnia, Claire acompanha pela TV o caso de Nathan, e mal sabe que irá receber a visita de Sylar. Mas peraí, onde estava Sylar antes disso?

No final do Volume 2, Sylar consegue seus poderes de volta após injetar um antídoto para o vírus Shanti. Elle vai atrás dele para tentar prende-lo, mas sem sucesso. É logo após recuperar seus poderes (ao que parece o seu poder original e a telecinésia) ele vai atrás do poder mais vital e importante: a auto-cura de Claire. A cena de perseguição é tensa, talvez uma das melhores coisas do episódio. Ninguém esperava que Sylar chegaria mesmo a abrir a cabeça de Claire. O mais impressionante é que ele diz após "aprender" o poder da moça "Claire, você é especial".
Também sabemos (mais ou menos) como Sylar pega os poderes.

Analisando as ações...
Essa parte da saga é uma das poucas que fizeram sentido até agora. Não há explicações mirabolantes, não há coisas sem sentido, nem forçadas.


Mohinder e Maya

O quinto arco que se inicia nesse primeiro episódio, pode ser considerado um dos piores de todo o volume de villains. Após levar Molly para algum lugar seguro, Mohinder volta a seu apartamento e encontra Maya. Ele está convencido de que não há mais nada pra fazer nos EUA e resolve voltar para a Índia. Infelizmente isso não acontece (foi uma pena) pois Maya pede para que ele tente encontrar uma forma de tirar os poderes dela. E é com esse artifício que se inicia a segunda parte do arco da fórmula, a que Mohinder cria fazendo experimentos em Maya.

Analisando as ações...
Até aqui não há problemas no arco de Mohinder e Maya, mas o desenrolar dessa história será sofrível para todos nós telespectadores e fãs.


Para onde todos caminham

- Hiro viaja ao futuro, vê Ando aparentemente o matando para pegar uma metade da fórmula, logo em seguida as ruas de Tóquio começam a serem destruídas por uma força devastadora. Ele retorna ao presente, desconfiado de Ando e disposto a recuperar sua parte roubada da fórmula.

- Nathan diz que irá fazer a vontade de Deus enquanto é analisado pelo governador Malden e Tracy, uma das irmãs gêmeas de Niki. Ele começa a ter visões de Daniel Linderman, e a morte do mafioso começa a parecer falsa.

- Mohinder faz a besteira de injetar nele próprio a fórmula que pode dar poderes a qualquer um.

- Angela encurrala o Peter do futuro e exige que ele conserte as besteiras que fez.

- Claire percebe que não sente mais dor e decide não ser mais a menina indefesa, agora ela tenta reagir contra os vilões.

- Matt encontra salvação e mais algumas pistas de seu futuro.

- Noah Bennet está preso no nível 5.

- Elle ainda tenta deter Sylar para mostrar ao seu pai do que realmente é capaz.

Nossa análise continua na próxima parte do "Raio-X Villains".

5 comentários:

  1. Huhuhu, excelente início de análise, Amandinha. Crítica e precisa. Não tenho nada a acrescentar, concordo com tudo - sim, concordar "com tudo" é vago e irritante, mas é verdade, huhu.


    Vai retornar semana que vem, não é isso? Vamos ver. Se esse próximo volume não decolar de vez acho que abandono a série. Está tudo muito ruim.

    ResponderExcluir
  2. Concerteza esse volume teve pontos altos e pontos baixos, mas comparado aos volumes anteriores ele teve muito mais pontos baixos principalmente com esse tema da fórmula.

    *Mohinder foi um pé no saco com essa trans formação de seu corpo.

    *USUTU foi um dos piores personagens introduzidos com essas suas "caminhadas espirituais".

    Uma das coisas q mais me intrigou foi isso do Matt e do Hiro ficarem com os olhos brancos de precognição e terem visões.

    ResponderExcluir
  3. Usutu foi um bom personagem sim, mas muito mal aproveitado e que morreu cedo demais.


    Ficarei eternamente desejando o caos prometido pelos vilões à solta sugerido pelo título do volume; por isso, tento não criar expectativas acerca de um suposto clima tenso de perseguição e fuga sugerido pelo título deste 4º volume.

    ResponderExcluir
  4. Bruno Seven6:29 PM

    Ótimas análises.

    Heroes volta depois de amanhã nos EUA. Vamos ver se vai melhorar.
    Saudades da primeira temporada. =/

    ResponderExcluir
  5. Saudades da primeira temporada também...

    ResponderExcluir

Spams e publicidade indesejada serão apagados. Fique a vontade para fazer observações, críticas, elogios e tirar dúvidas.